quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Artistas cobraram mais caro para tocar no Mossoró Cidade Junina do que em Caruaru

O Mossoró Cidade Junina de 2013 foi R$ 374.250 mais caro que o de Caruaru (PE), conhecido por ser o "Maior São João do Mundo". Pelo menos essa conclusão é possível de ser tirada a partir do recorte feito nos contratos das nove atrações que se apresentaram nos dois eventos.

Somente com esses nove artistas, Mossoró gastou R$ 1.474.250.000 e Caruaru R$ 1.100.000.

A reportagem do O Mossoroense checou dados comparativos que passaram a circular ontem nas redes sociais repercutindo a revelação feita pelo jornal na edição de ontem com o detalhamento de cada uma das atrações contadas para o Mossoró Cidade Junina.

Após conferir os dados constatou-se que dos nove artistas que se apresentaram nas duas cidades apenas Elba Ramalho cobrou mais barato para vir a Mossoró. Todas os demais vieram a Mossoró cobrando preços mais caros. Foram R$ 175 mil pagos por Mossoró e R$ 190 mil por Caruaru.

A reportagem montou uma tabela mostrando não só os valores, mas os dias da semana em que as bandas se apresentaram.

Sabe-se que contratar um artista numa sexta-feira e num sábado é mais caro do que numa quarta ou numa quinta. Também há valores agregados no dia 12 de junho (Dia dos Namorados e véspera de Santo Antônio), 23 de junho (véspera de São João) e 28 de junho (véspera de São Pedro) são datas que agregam mais valor na hora de contratar as bandas.

A maior diferença foi registrada na apresentação de Garota Safada. Wesley Safadão e companhia cobraram R$ 258.750 para tocar em Mossoró numa quinta-feira, 27 de junho. Já em Caruaru eles tocaram no sábado, 29 de junho, por R$ 130 mil. Para ir ao "Maior São João do Mundo" eles pediram R$ 128.750 a menos.

Mesmo levando-se em consideração que a sexta-feira é mais barata que o sábado, chama a atenção a diferença dos shows de Aviões do Forró em Mossoró e Caruaru. Na capital do Oeste (na sexta-feira, 14), foram desembolsados R$ 268.750 enquanto em Caruaru (sábado, 8) R$ 175 mil. O Palácio da Resistência desembolsou R$ 93.750 a mais.

A menor diferença foi registrada nas apresentações de Saia Rodada: apenas R$ 2.500 mais caro para Mossoró. Mesmo assim chama atenção pelas datas. Na capital do Oeste o show Raí e Companhia ocorreu na quinta-feira, 20. Já no "Maior São João do Mundo" foi numa sexta-feira, 14.

Mais uma vez a reportagem procurou o secretário municipal de Cultura, Gustavo Rosado, que estava com o celular desligado. Também foi feito contato com a secretária municipal de Comunicação, Mirella Ciarlini, que tentou intermediar um contato, mas também não obteve sucesso.

Bruno Barreto

*Informações do Jornal O Mossoroense


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Criado por: Petrus Estúdio - Projetado por: Pedro Júnior