terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Telexfree inicia cruzada contra 'injustiças'


Há 6 meses escrevi o post "Marketing Multinível ou Golpe Multimilionário?" sobre como a Telexfree, cujo negócio foi considerado um golpe financeiro pela Justiça, avançava sobre o país. Ali tentei mostrar a importância da aproximação com esportistas, artistas, celebridades e profissionais respeitados na sociedade para conferir credibilidade ao golpe. Celso de Freitas, por exemplo, um dos principais jornalistas da TV Record, chegou a ser o principal garoto-propaganda da Telexfree. Mas de lá pra cá, a empresa teve seus bens bloqueados pela Justiça, foi impedida de aceitar novos investidores e muita coisa mudou.
"Mas o que aconteceu? A Telexfree teve suas portas fechadas? O seu presidente foi preso?"
Não! Muito pelo contrário. Com os bens bloqueados e sem a possibilidade de incluir novas vítimas no esquema (que é o que sustenta o negócio), os representantes da empresa iniciaram uma verdadeira cruzada contra as "injustiças" que estariam sofrendo. Com a base anêmica, os faraós da pirâmide incentivaram seus divulgadores a encampar uma campanha profundamente emocional pela volta do funcionamento da empresa.
Capitaneados pelo chefão Carlos Costa, vários deles foram até Brasília reivindicar o desbloqueio dos bens da empresa golpista. Intimidados com a pressão de milhares de pessoas, muitos políticos se renderam e deram apoio à causa piramidal e, hoje, é possível visualizar uma bancada multinível no Congresso. Veja o vídeo em que a Telexfree apresenta, com tons épicos, a luta messiânica do rei do marketing multinível:



*Informações do Site Yahoo


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Criado por: Petrus Estúdio - Projetado por: Pedro Júnior