sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

STJD nega pedido do Vasco e mantém resultado de duelo contra o Atlético-PR

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva, por meio de seu presidente, Flávio Zveiter, negou o pedido de Vasco de impugnação da partida contra o Atlético-PR, que terminou com a vitória dos paranaenses por 5 a 1. Com a decisão, o caso sequer irá a julgamento, sendo mantido o resultado do jogo e o rebaixamento do Vasco à Série B do Campeonato Brasileiro. Além disso, o Flamengo, que pode perder quatro pontos pela escalação irregular de André Santos na última partida, não corre risco de cair no Nacional.

A ação enviada pelo clube na última quarta-feira responsabiliza o Atlético PR pela falta de segurança e de policiamento na Arena Joinville. O árbitro da partida, Ricardo Marques Ribeiro, também foi citado por descumprir o regulamento. No total, a partida foi interrompida por 73 minutos - treze a mais do permitido pela confederação.

Ao tentar provar a incompetência do adversário para oferecer segurança ao espetáculo, o Vasco queria ser declarado o vencedor do confronto. A vitória manteria a equipe na primeira divisão.

"O Vasco ainda não foi intimado oficialmente, por enquanto. Ainda preciso ver em quais fundamentos essa decisão foi tomada", disse o diretor jurídico do Vasco, Gustavo Pinheiro, ao GE.

Enquanto aguarda para saber se o recurso irá a julgamento, o Cruz-maltino se prepara para outro processo. O clube sentará no banco dos réus no julgamento pelos confrontos entre as torcidas organizadas de Vasco e Atlético PR, podendo pegar uma pena de até 10 mandos de campo e multa. O árbitro da partida, o Furacão, e as federações de futebol do Paraná e de Santa Catarina também foram denunciados.

*Informações do Site do Esporte Interativo 


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Criado por: Petrus Estúdio - Projetado por: Pedro Júnior