quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Ministério Publico quer suspender Rock in Rio por irregularidades nos postos médicos

O Ministério Público do Rio de Janeiro não ficou nada satisfeito com a estrutura de atendimento médico montada no Rock in Rio. Por conta disso, entrou com uma liminar pedindo a suspensão do festival até que os problemas sejam solucionados. As informações são do 'Estadão'.

Em vistoria realizada no primeiro final de semana do evento, agentes consideraram que nas áreas para atendimento não havia médicos suficientes, que os espaços eram reduzidos e não havia pistas de escape seguras para a remoção de pacientes.

Segundo o 'UOL', a lista de irregularidades incluía ainda "falta de sinalização dos postos médicos", "ambulâncias básicas sem materiais e insumos mínimos para o funcionamento" e "acolhimento e classificação de risco ineficazes".

A intenção da liminar não é impedir que o segundo fim de semana seja realizado, mas que todas as medidas de segurança sejam atendidas, disse o MP.

Apesar de informar que não tem conhecimento da liminar, a assessoria de imprensa do Rock in Rio garantiu ao 'Estadão' que já foram tomadas providências para melhoria do setor. 

Ainda de acordo com o 'UOL', na última sexta-feira (13), o Procon-RJ interditou um dos sanitários da Cidade do Rock e multou o evento. O motivo foi um vazamento de esgoto. A organização afirmou que a causa do entupimento foi papéis higiênicos jogados no vaso sanitário.

Segundo o Procon, o vazamento formou uma poça de urina e fezes nos fundos de uma lanchonete, próximo ao local onde são armazenados as bebidas do estabelecimento em galões.

*Yahoo OMG


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Criado por: Petrus Estúdio - Projetado por: Pedro Júnior