terça-feira, 9 de julho de 2013

Divulgadores da Telexfree lamentam decisão desfavorável do TJ-AC

Um grupo de divulgadores aguardava apreensivo a decisão do pedido de reconsideração da empresa Telexfree em frente ao Tribunal de justiça do Acre. Ao final da sessão, na manhã desta segunda-feira (8), Shawke Lira, um dos primeiros divulgadores do estado, que acompanhou o julgamento, levou a notícia de que a empresa continua impedida de operar no Brasil.

O agravo regimental foi indeferido por unanimidade pelos três desembargadores que votaram no processo. O TJ ainda deve julgar o agravo de instrumento, após receber o parecer do Ministério Público do Estado. “Enquanto houver 1% de chance, nós lutaremos por ela. Vamos buscar os aliados que pudermos para vencer essa luta”, disse Shawke aos demais divulgadores.


O divulgador Márcio Batista lamentou a decisão dos desembargadores. “Recebemos a notícia com muita tristeza, porque a esperança que tínhamos é de que nós teríamos uma decisão favorável à causa. Algumas pessoas estão passando realmente por dificuldade por causa desse processo contra nossa empresa”, lamentou.


A Telexfree é suspeita de atuar em esquema de pirâmide financeira, prática ilegal no Brasil. A estimativa é que 1 milhão de pessoas em todo o país tenham se associado à empresa.


Desde a suspensão, divulgadores de vários estados do país realizam manifestações em Rio Branco. Comitivas de São PauloRio de Janeiro,BahiaRondôniaMato GrossoCeará,Espírito SantoParanáRio Grande do SulMinas Gerais e Santa Catarina chegaram na capital acreana para acompanhar o caso.


*Blog do Eduardo Dantas

*Blog do Sargento Andrade


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Criado por: Petrus Estúdio - Projetado por: Pedro Júnior