quarta-feira, 27 de março de 2013

Nove presos suspeitos de 30 assassinatos fogem da cadeia


Ontem à tarde, nove presos de alta periculosidade fugiram da Cadeia Pública de Mossoró Juiz Manoel Onofre de Souza, durante o horário de visitas, no Pavilhão "A". Os nove presos são acusados pelas investigações da Polícia Civil de terem praticado aproximadamente 30 assassinatos em Mossoró.

Segundo informações repassadas pelo diretor da Cadeia Pública, José Wilson, ontem era dia de visita social na ala onde ocorreu a fuga, quando por volta das 13h os presos retiveram os familiares das celas, para despistar os carcereiros, enquanto os fugitivos saíam por uma rota de fuga previamente planejada.

Na oportunidade os presos cavaram um buraco no teto do banheiro da quadra das visitas, por onde alcançaram uma construção abandonada na parte superior da cadeia. Lá em cima, os detentos usaram uma "teresa" (corda feita com pedaços de pano) para descerem o muro de pouco mais de quatro metros e entrarem no matagal, tomando rumo ignorado.

"Quando os presos fugiram os guariteiros soaram o alarme, chegando a dispararem alguns tiros, no intuito de conter a saída de outros presos. Passamos a acionar reforços para controlar os ânimos dos outros detentos", explicou o diretor.

A fuga tornou-se complicada de ser impedida, devido todos os fujões terem saído cada um para um lado diferente no matagal em torno da Cadeia Pública. "Nós tínhamos informações que a fuga iria acontecer a qualquer momento, inclusive na noite anterior vistoriamos todas as celas para nos certificarmos de que as grades estariam sem nenhuma problema, o que realmente ocorreu. Porém eles fugiram pela quadra de sol, no horário das visitas", disse.

Por volta das 15h30, agentes penitenciários, Grupo de Escolta Penal (GEP), policiais civil e militar e agentes do Depen entraram na unidade e conseguiram controlar a situação e retirar os familiares que ainda estavam nas celas.

Uma força-tarefa, composta de aproximadamente 50 homens, foi montada para perseguir os presos que escaparam, no entanto, até o fechamento desta edição ninguém ainda havia sido recapturado.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Criado por: Petrus Estúdio - Projetado por: Pedro Júnior