sexta-feira, 21 de setembro de 2012

VMB 2012 tem Gaby Amarantos como grande vencedora e Restart vaiado, mais uma vez

O Video Music Brasil 2012, tradicional premiação musical da MTV, aconteceu nessa quinta-feira (20), no Espaço das Américas, em São Paulo. Os primeiros segundos do programa já adiantaram como seria o VMB inteiro: uma "ponta" gigante botando fogo num sujeito, que deixou o palco em chamas. Mais uma tentativa fail de chocar.

Apesar de manter a tendência do ano passado, excluindo músicas populares e priorizando rap, hip-hop e alternativo, o programa foi menos pretensioso e burocrático que o último. Pela primeira vez, a premiação não contou com um apresentador, talvez por isso ficou tão confusa para quem assistia. Os apresentadores de várias categorias pareciam bem perdidos e muitos vencedores também não colaboraram. A própria emissora satirizou seu mau momento e os micos do prêmio, com o gênio Adnet não deixando barato: "Precisa ter muito saco para ver isso aqui até o final".

Para não dizer que deixaram os sertanejos totalmente de fora, a emissora convidou a dupla João Lucas e Marcelo, famosos pela música "Eu Quero Tchu, Eu Quero Tcha", para apresentar o prêmio de Hit do Ano. Sem nenhuma indicação no ano passado, o Restart voltou para relembrar que, quando se trata de votação popular, não tem para ninguém. A banda, que ganhava vaias toda vez que era citada, levou esse prêmio de Hit do Ano, categoria escolhida pelo público na internet, com a música "Menina Estranha".  

O Restart concorria com Agridoce, ConeCrewDiretoria, CW7, Emicida, Forfun, O Teatro Mágico, Projota, Rashid e Strike. Vale lembrar que, em 2010, a banda faturou cinco prêmios e também foi vaiada. Quando apareceu na premiação no ano passado, ganhou mais vaias. De modo que não pareciam surpresos dessa vez. "Podem vaiar, não tem problema! Você são livres para gostarem do que quiserem. Nós chegamos aqui sem humilhar ninguém", disse Pe Lanza, o vocalista da banda. #Climão
Houve um empate no prêmio de melhor música, pasmem. Ele foi para Wado, com "Com a Ponta dos Dedos", e para Emicida, com "Dedo na Ferida". Ao receber o prêmio, Emicida fez um protesto contra os incêndios "criminosos" que têm acontecido nas favelas paulistanas. "Nesse momento, a Polícia Militar está sitiando a Favela do Moinho, não deixando a comunidade voltar para seus barracos. Esse não é um momento de festa", disse o cantor, deixando o palco revoltado. Aqui tivemos um baita climão entre o Emicida e os irmãos Supla e João, filhos do senador Eduardo Suplicy.
Houve um empate no prêmio de melhor música, pasmem. Ele foi para Wado, com "Com a Ponta dos Dedos", e para Emicida, com "Dedo na Ferida". Ao receber o prêmio, Emicida fez um protesto contra os incêndios "criminosos" que têm acontecido nas favelas paulistanas. "Nesse momento, a Polícia Militar está sitiando a Favela do Moinho, não deixando a comunidade voltar para seus barracos. Esse não é um momento de festa", disse o cantor, deixando o palco revoltado. Aqui tivemos um baita climão entre o Emicida e os irmãos Supla e João, filhos do senador Eduardo Suplicy.
O prêmio contou com a presença de diversas outras personalidades, como o jogador Neymar, os apresentadores Patrícia Abravanel e Rodrigo Faro, o skatista Bob Burnquist, a socialite Val Marchiori, a repórter Monica Iozzi, do "CQC", as bandas Planet Hemp, Agridoce, Bonde do Rolê e as cantoras Gal Costa e Karina Buhr.
O prêmio contou com a presença de diversas outras personalidades, como o jogador Neymar, os apresentadores Patrícia Abravanel e Rodrigo Faro, o skatista Bob Burnquist, a socialite Val Marchiori, a repórter Monica Iozzi, do "CQC", as bandas Planet Hemp, Agridoce, Bonde do Rolê e as cantoras Gal Costa e Karina Buhr.



A grande vencedora da noite foi Gaby Amarantos. A artista paraense, que se mostrou ofendida quando foi chamada de "Beyoncé do Pará" (mais um climão), levou os prêmios de Artista do Ano, Melhor Artista Feminino e Melhor Capa. "Quero dizer que tenho muito orgulho de ser do jeito que sou. Tenho orgulho de ser uma artista que está trazendo uma nova identidade visual. O Brasil tem música pop", disse a cantora. O prêmio de melhor banda do ano foi para a mato-grossense Vanguart, que havia sido indicada em seis categorias. 

Racionais MC's levaram o prêmio de Clipe do Ano, com "Mil Faces de um Homem Leal". Demoraram horrores para ir pegar o prêmio, deixando os atletas Sheilla Castro, do vôlei, Sarah Menezes, do judô, e Arthur Zanetti, da ginástica, completamente sem graça no palco... Mais um climão para fechar a festa. Criolo levou o de Melhor Artista Masculino e Projota ganhou como Revelação.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Criado por: Petrus Estúdio - Projetado por: Pedro Júnior