sábado, 25 de agosto de 2012

Órgãos do Poder Judiciário começam a se adequar ao Processo Judicial Eletrônico

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em parceria com os Tribunais, lançou em julho do ano passado o Processo Judicial Eletrônico (PJe). O sistema de informática tem como objetivo facilitar o acesso aos processos pelos magistrados, advogados e servidores envolvidos nas relações processuais. Além de proporcionar outras melhorias, como economicidade em relação a papel, aumento dos espaços físicos etc. Em Mossoró, a previsão é de que o programa comece a funcionar até dezembro de 2012.

A diretora da 3ª Vara do Trabalho de Mossoró, Ana Katarina Galvão, informou que há alguns dias alguns magistrados, procuradores, advogados e servidores foram a Natal participar de treinamentos de capacitação sobre o novo sistema.

"A implantação do PJe ocorrerá de forma gradual; por enquanto vamos trabalhar com as duas formas de processo, isto é, o digital e o físico. As pessoas não podem participar todas ao mesmo tempo do curso de capacitação, pois a máquina judiciária não pode parar. Desta forma, existem pessoas-chaves, servidores multiplicadores que ajudarão na divulgação deste novo sistema. Em setembro, a Vara de Goianinha já terá acesso ao software. E até dezembro será a nossa vez", explicou Katarina.

O advogado Arthur Pinheiro destacou que o PJe trará muitas melhorias para o sistema judiciário do Estado.
"Acredito que o ganho maior é em economia e comodidade e não em celeridade, pois a celeridade depende muito da máquina judiciária e da quantidade de juízes. O advogado tem prazos a cumprir, então ele tem que resolvê-lo em tempo hábil, seja o processo eletrônico ou de papel. Melhorias em relação à economia haverá bastante, como, por exemplo, papel, de espaço físico, devido à retirada de estantes entre outros compartimentos para armazenar os processos, de pessoal pra atendimento nas secretarias", disse Arthur.



Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Criado por: Petrus Estúdio - Projetado por: Pedro Júnior