quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Agentes descobrem escavações depois de "pagodão" em presídio do Seridó

Agentes do Presídio Estadual do Seridó, o "Pereirão", localizaram durante revista um princípio de escavação nas celas do Pavilhão I e vários objetos que seriam utilizados em uma eventual fuga. A desconfiança da direção do presídio partiu, depois que na noite do último domingo os detentos realizaram um "pagodão", que durou até a madrugada.

Segundo a direção, a "festa" realizada pelos presos seria para disfarçar as escavações, onde o som da música atrapalhava o barulho do serviço. Desconfiados, os agentes realizaram na terça-feira (14) uma revista detalhada e encontraram os objetos.
Foram achados: "teresas" (cordas artesanais feitas com lençóis); toalhas usadas para abafar o som das ferramentas; cachimbos usados para fumar droga (maricas); além pedaços de ferro e pequenos buracos nas paredes.

"Quando entramos nas celas encontramos os combogós nos seus locais, mas, quando empurramos eles caíram com facilidade. Os presos iriam sair das celas por esses buracos e depois de ter acesso ao pátio externo, tentariam pular o muro", disse um dos agentes penitenciários que participou da revista.
Ninguém foi identificado como líder do "pagodão" ou das escavações. 



Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Criado por: Petrus Estúdio - Projetado por: Pedro Júnior